6 de janeiro de 2013

I Can See Better Days - 2ª Temporada -13º capitulo

-- 59 comentários:
Você é bonito como diamantes no céu.



Me virei pra frente e sou surpreendida com o beijo. Devo corresponder? quer saber?

Que se foda!

Envolvi seu pescoço com meus braços e o correspondi. Nos beijamos e sentia como se ninguém estivesse ao nosso redor. Ele puxou minha cintura mais ainda contra seu corpo. Quando nos separamos ele puxou meu lábio inferior.

Josh: Uau, isso foi incrivel! - sorriu radiante.
Vc: Posso dizer o mesmo.
Josh: Sabe, você dança muito bem.
Vc: Seu idiota.

Ele riu e me puxou novamente, segui seus movimentos com o quadril e cintura. A bebida me encorajava a fazer coisa e danças mais ousadas. Meus pés já estavam doendo um pouco. Mas estava decidida a colocar qualquer pensamento que me negativasse naquela pista.

De repente Josh começou a me apertar mais. Sua cabeça estava virada pro lado. Beijei seu pescoço e ele sorriu com isso. Segui seus olhos e vi um cara me olhando, praticamente me comendo com os olhos. Entendi seu jogo. Me esfreguei mais ainda em Josh e ele pareceu aprovar minha atitude.

Josh: Meu deus isso ta ficando cada vez melhor. - ele sorriu 
Vc: Não se acostuma eu apenas não queria aquele cara, ele tem uma barba feia. - fiz cara de nojo 
Josh: Preferiu se esfregar no gostoso aqui né?
Vc: É deveria ter ido com o loirinho do barman.
Josh: Ele não te faz dançar assim
Vc: Pague pra ver. 

Minha cintura foi puxada e ele contornou seus braços em meu corpo me conduzindo a uma dança excitante. Josh era lindo e conseguia me conquistar facilmente.

[...]

O resto da noite foi bastante divertido, ele me levou em casa, e confesso que estava muito alegre. Tinha bebido um pouco a mais da conta. Josh foi comigo até minha porta.

Vc: Quer entrar? - sorri.
Josh: Por mais que eu queira você precisa dormir.
Vc: Me bota pra dormir.
Josh: Isso é uma proposta tentadora, mas se eu subir so saio daqui amanha e eu tenho plantão cedo. Então boa noite, e devíamos repetir isso.
Vc: Almoça comigo amanha?
Josh: Claro! - ele sorriu e selou meus lábios. - Você e vodka é realmente tentador. - me selou novamente e se foi.

Me peguei boba como adolescente após seu primeiro encontro.  Joguei minha bolsa no sofá e fiz o mesmo com meu corpo. Comecei a rir do nada ao me lembrar da noite.
Subi as escadas e fui direto pro banheiro, me despi e liguei o chuveiro. A água me fazia relaxar, sentir meus músculos se descontraírem.  Não demorei muito e logo sai do chuveiro e vesti uma camisola qualquer e uma calcinha e caí morta em minha cama. Estava me preparando para um sono bem vindo quando meu celular apita. Rapidamente vejo o que é. Meu coração dispara. Por que isso? A noite estava perfeita.

"Saudades de você - J"

Mas que merda! Reli aquela mensagem e acabei descobrindo que havia outras. Ele devia ter mandado enquanto eu estava com Josh.

"Onde você está? - J"
"Como você tá? - J"
"Quero vamos nos ver? - J"

Justin tinha um poder sobre mim. Ele fazia meu mundo girar em sintonia e ao mesmo tempo roda-lo até eu ficar tonta. Como era possível? Preferi não responder. Ele tinha a vida dele. Deitei e olhei pra minha barriga. Agora havia um outro ser na jogada. Um ser fruto do meu relacionamento com o Justin. Me peguei lembrando de como o Justin cuidava de Brian na época em que nos conhecemos. Ele seria um bom pai. 
Me sinto culpada por tirar esse direito dele, mas temos que ver meu lado. Justin tem sua vida e eu tenho a minha. 
Em meio a uma cabeça confusa, dormi.

[...]

Minha cabeça doía como efeito de ontem a noite. O sol invadia meus olhos fazendo com os mesmos custassem a abrir. Com ma vontade fui ao banheiro me higienizar e tomar um remédio pra ressaca.

[...]

Olhei pro relógio era meio-dia. Me lembrei do almoço com Josh e me arrumei com algum vestido simples mais bonito e peguei meu carro indo para o hospital. No caminho passei em um sinal amarelo. É parece que ele me cercava de todos os jeitos  possíveis. Limpei um lágrima antes que caísse. Minha mão acariciava minha barriga com ternura.

[...]

Quando cheguei no hospital Josh estava saindo todo atrapalhado com alguns papéis. Cheguei de fininho e lhe dei um simples susto o fazendo derrubar tudo.

Josh:  [Seu nome]! - ele riu e me deu um selinho, logo se agachou e eu fiz o mesmo o ajudando com os papéis. 
Vc: Uau, quanta coisa! - disse entregando aquela papelada.
Josh: Você quase me matou.
Vc: Nossa obrigada, eu também me olho no espelho.
Josh: Sua beleza excessiva que não é real.
Vc: Sei. - sorri. - vamos aonde?
Josh: É aqui perto.

Ele foi até seu carro e guardou tudo e entramos. Logo ele deu partida e fomos para um restaurante que parecia perto. Era bem bonito com uma enorme janela de vidro e mesas bem arrumadas. Pessoas bem vestidas. Percorrendo meus olhos por ali vi o que não queria, o que eu não espera. Justin e Brian em um almoço que parecia está muito divertido sem mim, riam de dar gosto.



                                                                                         [...] Continua.

Hello pedaços de bosta da Flavia! Aqui é a Maya a bonita. hahahah Enfim.... Postei aqui e pá e é isso bye

Divulgando: http://imaginationof-belieber.blogspot.com.br/

Beijos no sovaco cabeludo