31 de julho de 2012

Everything starts from something- 5º capitulo

-- 38 comentários:
              Guardei meu coração em um pote de mágoas que não consigo abrir.





Pattie : E achamos melhor vocês morarem juntos , Justin arruma um emprego e fica cuidando da [ seu nome ] até esse filho nascer , essa criança não tem culpa das merdas que seus pais fizeram e não é justo ela pagar por isso , ela precisa dos dois  


Nós dois nos entreolhamos e caímos na gargalhada , aquilo só poderia ser delírio das duas , elas ficaram paradas nos olhando , suas expressões mostravam que elas tentavam entender o motivo de tanta risada , nos recuperamos depois de um longo tempo rindo e com a voz ainda falha eu falei .


Vc : Boa piada Pattie - ouvi Justin dá mais uma leve risada
Ana : Estamos falando serio minha filha
Vc : Isso é ridículo , sem menor chance de eu viver numa casa com o Justin
Jus : Não vou , foda-se que tenha um bicho nascendo na barriga dela , isso não é problema meu
Pattie : É seu sim , a partir do momento em que você não segurou esse seu pênis , agora sofra as conseqüências
Jus : Mãe ... 
Pattie : Chega , você vai sim assumir essa responsabilidade e amanha mesmo vamos todos juntos procurar uma casa para vocês de preferencia uma bem perto 
Vc : Escolhe qualquer coisa 
Jus : Não quero ir procurar casas
Ana : Então eu e a Pattie iremos escolher
Vc : Merda de vida


[...]


Nos despedimos e entrei no carro reclamando , a musica tirava um pouco do clima pesado que ali estava , minha mãe parou o carro em frente a nossa casa sem dizer uma palavra , abriu a porta e saiu fiz o mesmo e fui direto para o meu quarto . 


[...] 


Algumas semanas se passaram , minha barriga ainda não era visível mas os comentários no colégio já estavam rolando , cada vez que eu passava a mão em minha barriga sentia mais e mais ódio .


Ana : Essa é a nova casa de vocês - ela disse abrindo a porta da casa 


Ela não era muito grande , Pattie e minha mãe já tinham mobiliado a casa do jeito delas nada muito sofisticado , aquela casa não tinha nada a ver comigo , suas paredes claras e seus móveis simples , sua sala não era muito grande e sua escada de madeira um pouco antiga . 


Vc : É pequeno
Ana : É um tamanho normal 
Vc : Odiei 
Ana : Não interessa , ai que você vai morar
jus : Vocês estão acabando com a minha vida
Pattie : Vocês que fizeram isso
Ana : A gente já arrumou as coisas de vocês no quarto , vamos deixar vocês a sós 
Pattie : amanha a gente volta para ver se vocês ainda não se mataram 


Elas saíram por aquela porta e só pude ouvir o barulho do carro partindo , olhei para o Justin que já estava sem camisa jogado no sofá assistindo um jogo qualquer de basquete .


Vc : A culpa disso tudo é sua - eu resmunguei me sentando em outro sofá
Jus : Vai tomar no cú que eu estou assistindo o jogo
Vc : Viado
Jus : Já te provei que não sou viado , quer que eu prove de novo ?
Vc : Não , muito obrigada , não gosto de pau pequeno
´
Ele abaixou as calças deixando seu pênis enorme amostra eu o olhei fingindo não me importar em quanto desejava aquilo dentro de mim 


Jus : Vai , diz que é pequeno de novo - ele disse se aproximando de mim
Vc : É pequeno , é pequeno la la la - cantarolei
Jus : Esta louca para sentir isso dentro de você - ele disse me empurrando no sofá me fazendo deitar 
Vc : Sai , vai ver seu jogo 
Jus : Não quero mais - ele mordeu os lábios
Vc : Se você não lembra a gente esta nessa merda por culpa disso
Jus : Não custa nada a gente brincar mais um pouco
Vc : Sai - eu o empurrei 


Ele se levantou reclamando se jogando no outro sofá . 


Jus : Filha da puta
Vc : Vamos as regras , você não vai tocar em mim , não quero cueca jogada no chão , e não sou sua empregada
Jus : Agora as minhas regras , você faz sexo comigo a hora que eu quero , você faz minha comida , você lava minha roupa e você tem seguir todas as minhas regras principalmente a primeira
Vc : Vai se foder , não vou seguir nenhuma regra sua
Jus : Então vai dormir junto com os cachorros 
Vc : Não temos cachorros
Jus : Temos sim , estou olhando para a cachorra agora 
Vc : O que eu fiz para merecer isso ? - eu disse subindo as escadas 


A lua tomou conta do céu , as estrelas faziam um perfeito pontilhado deixando tudo iluminado , alguns cachorros da vizinhança latiam , sai do banheiro penteando os cabelos e me deitei na cama por baixo das cobertas , olhei o quarto em volta , aquilo não tinha nada a ver comigo , aquela não era a minha vida ouvi passos no corredor e o Justin entrou no quarto me olhando um tanto confuso 


Jus : Ta fazendo o que ? 
Vc : Me preparando para morrer - disse irônica - vou dormir seu babaca
Jus : Achei que tivesse te mandando ir dormir com os cachorros - dei dedo do meio para ele e me virei fechando os olhos


Senti o Justin se sentar na cama ao meu lado e permanecer por um tempo em silencio .




Jus : Sai da minha cama
Vc : Não ,eu vou dormir aqui , se você quiser durma no chão ou deita ai do lado , juro que não ligo por tanto que cale essa boca
Jus : Não gosto de dormir dividindo a cama
Vc  : Que boiola


Ele deitou ao meu lado puxando toda a coberta para cima dele , virou para o outro lado , me encolhi devido ao frio e abracei o travesseiro olhando para a janela meio aberta , aonde suas cortinas claras balançavam junto ao vento . 




Vc : Justin - eu disse sacudindo ele
Jus : Que ? - ele respondeu ainda de olhos fechados
Vc  : Você vai me ajudar a tirar essa merda de dentro de mim ? 
Jus : vou , agora fica quieta que eu quero dormir 


Virei para o lado e fechei os olhos na tentativa de conseguir dormir .


[...] 


Um vento batia me fazendo ficar arrepiada , olhei para o relógio já era tarde , o Justin dormia enrolado no coberto , seus cabelos loiros estavam meio bagunçado e ele dormindo parecia um anjo , somente parecia 


Vc : Acorda - eu disse o sacudindo 
Jus : Vai tomar no cú - ele disse se virando para o outro lado
Vc : Você tem que ir procurar emprego hoje mozão - eu disse num tom irônico 
Jus : cala a boca se não eu dou na sua cara
Vc : Levanta - eu o empurrei
Jus : Vadia - ele disse cambaleando até o banheiro 


[... ] 


Jus : Cade o meu café da manha ? - ele gritou
Vc : Sei la - risos-  pega um biscoito e come
Jus : Quero suco de laranja e panquecas
Vc : Vai ficar querendo por que eu não sei cozinhar
Jus : só serve pra fazer sexo - ele reclamou abrindo a geladeira
Vc : Você é insuportável
Jus : Mimadinha
Vc : anda logo , vai procurar emprego 
Jus : To indo , coisa chata - ele reclamou em quanto pegava a chave do carro - você vem ?
Vc : Por que deveria  ?
Jus : Vem logo - ele disse rude

Pegue minha bolsa e bati a porta , entramos no carro ele deu a partida em quanto eu cantava a musica que passava alta no radio . 


Vc : Aonde você vai começar ? - eu disse olhando os classificados no jornal
Jus : Sei la , vamos no shopping vê
Vc : Ta 


Ele parou no estacionamento do shopping e fomos caminhando procurando a melhor opção . 


Vc : Você deveria trabalhar limpando privada
Jus : E você deveria calar sua boca
Vc : E você deveria ser mais  simpático
Jus : Simpatia não é o meu forte  
Vc : Ficar calada também não é o meu
Jus : Ali - eu disse apontando para uma loja de roupas masculinas
 Vc : Você deveria dar o cú pra conseguir dinheiro
Jus : Prefiro morrer do que dar o cú , você deveria dar essa bucetinha apertada pra conseguir dinheiro já que não faz nada que preste 
Vc : Vai logo na porra da loja 


Entramos na loja em direção a uma moça bem vestida que parecia trabalhar naquela loja . 


XX : Bom dia - ela disse olhando o Justin de cima a baixo
Jus : Tem emprego ? - ele foi direto ao ponto
Xx : Não 


Saímos da loja em quanto o Justin xingava a moça se sentando em um banco . 


Jus : velha idiota , isso é falta de sexo
Vc : Da próxima vez seja mais educado 
Jus : Você queria o que ? Que eu vestisse um terno e fala-se que nem um boiola
Vc:  Não é uma má ideia - eu disse pesando 
Jus : O que ? - ele arregalou os olhos
Vc : Vem comigo - eu disse o puxando para uma loja . 


O Justin passava os olhos por todas as roupas da loja em quanto fazia cara de nojo .


Xx : O que deseja ? - disse uma moça com um sorriso simpático 
Vc : Será que você tem um terno para ele 
Xx : Olha esse - ela disse me mostrando alguns modelos 
Vc : Esse aqui vai ficar perfeito - eu disse apontando para um
Xx : Qual tamanho ?
Vc : Justin , qual tamanho ?
Jus : Sei la , vamos embora dessa merda por que eu não vou usar isso 
Vc : Pega qualquer tamanho - eu disse a vendedora
Xx : O Provador é logo ali - ela disse me dando o terno 
Vc : Vai experimentar - eu disse dando a roupa para o Justin


Ele entrou no provador reclamando e saiu vestido , fiquei o olhando por um tempo , ele estava lindo , ele se olhava no espelho em quanto reclamava da roupa . 


Jus : como bota isso ? - ele disse me dando a gravata


Eu botei a gravata nele e o fitei dos pés a cabeça , " Esta lindo " ouvi a vendedora dizer ao olhar para o Justin , ele fez uma careta fazendo com que a vendedora risse 


Vc : Da pro gasto 


Pagamos a roupa e ele já saiu da loja vestido nela , ele não parava de reclamar da gravata em quanto eu ria dele . 


Vc : O que acha daquela loja ? - eu disse apontando para uma loja de lingerie
Jus : Se eu puder ver as meninas só de roupa intima  esta perfeito 
Vc : Babaca
Jus : Aquela - ele apontou para uma loja de surfe 
Vc : Ótimo - sorri 


Entramos na loja e o Justin falou todo educado com uma moça bonita e jovem em torno de uns 20 anos , seu nome era Anne . 


[...]


Anne : Esta contratado senhor Bieber
Jus : Quando começo ?
Anne : semana que vem
Jus : Ta bom e se quiser me ligar para um trabalho extra - ele mordeu os lábios
Anne : Não posso ter relacionamento com colegas de trabalho
Jus : Toda regra tem sua exceção - ele piscou para ela a fazendo rir 


[... ]


Vc : Você é ridículo - eu disse assim que saímos da loja
Jus : Mas consegui o trabalho , vamos ver quantos dias eu fico nessa merda
Vc : Se você for demitido eu te mato
Jus : Por que você não trabalha também ?
Vc : estou gravida seu babaca
Jus : Idai ? Não esta aleijada por causa disso 
Vc : Cala bocas e vamos comer alguma coisa . 



                                                                                    [...]Continua 


oi pedaços de bostas com cheiro de someday .... 


Feliz dia do orgasmo meu povo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 
uma fala que a mina deveria ter dado pra mais gente a outra fala que preferia ela santinha kkkkkkkkk meu povo eu n vou fazer Ib da mina certinha sempre , isso não é filme da disney


véi esse cap ficou uma merda  e é isso ai beaj kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Já voltei a aula hoje , era para ter voltado ontem , só que eu falei pro meu pai qe ia começar hoje ahha não estava afim de olhar pra cara do velho mal comido 
beijo na sua bunda cabeluda que é o podeeeeeeeeeer , gente ta foda aqui por isso que n ta dando tempo de eu escrever o dps do continua grandão e a parada toda ahha fodaaaaaaaaaa-se kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

29 de julho de 2012

Everything starts from something- 4º capitulo

-- 48 comentários:
      Você me irrita, me excita.Você me perde, me ganha. Você me tem, mas não me cuida.



Vc : Ta ta - eu disse reclamando batendo a porta do carro com força

Jus : Garota idiota , nem fodeu comigo - ouvi ele reclamar de dentro do carro .

 

Fingi não ouvir aquele comentário e fui caminhando até a porta procurando na bagunça de minha bolsa a chave a achei e fui logo abrindo a porta  , as luzes estavam apagadas somente havia uma única luz acessa vinda do andar de cima , o quarto da minha mãe , resolvi não incomodar e tomei um longo banho e me joguei na cama .

 

Vc : Garoto idiota - sussurrei para mim mesma

 

Ouvir meu celular tocar o ignorei , a preguiça era maior que tudo , me aconcheguei de baixo das cobertas abraçando meu travesseiro e pegando num sono pesado .

[....]

1 mês havia se passado , nada havia mudado , garotos , dinheiro , popularidade , como sempre foi em minha vida , agora eu estou em frente a privada vomitando , algumas lagrimas desciam involuntariamente por meus olhos , não aguentava vomitar mais , daqui a pouco meus órgãos estariam saindo de meu corpo , dei descarda naquele vomito nojento e fiquei fitando por um tempo aquele , teste de gravides " impossível " pensei comigo mesma ainda fitando o mesmo , ri daquele pensamento idiota , grávida , repito isso é impossível .

Vc : Vamos [ seu nome ] , é melhor do que ficar na duvida - eu disse para mim mesma tentando me encorajar

Passei meus olhos lendo a embalagem do teste de gravides , respirei fundo fazendo tudo de acordo com o que a embalagem indicava .  " O que essa cor indica ? " pensei comigo mesma olhando para a embalagem .

Vc : Merda - gritei

Justin , pensei na mesma hora , a um mês a trás eu estava na cama com ele , só podia ser ele , sei que foram tantos , mas desde que eu fiz sexo com ele , não fiz com mais ninguém , nem uma rapidinha ou algo do tipo , nem eu sei o por que disso , mas ele havia sido o ultimo .

   Guardei tudo e me joguei na cama fechando meus olhos desejando que aquilo fosse somente um pesadelo, eu sei , tudo vai ficar bem .

[... ]

Ana :[ seu nome ]  acorda logo - eu acordei ouvindo seus gritos do andar de baixo.

A luz invadia o quarto , fui abrindo meus olhos lentamente tentando me acostumar com a claridade , olhei para a janela revirando os olhos reclamando da vida , fui ao banheiro cambaleando tomando um banho quente e relaxante , botei uma roupa e desci peguei uma maça dando uma mordida e a deixando em cima da bancada da pia , peguei minha bolsa e entrei no meu carro dando a partida no mesmo.

 

[...]

 

Vc : Preciso falar com você - eu disse puxando o braço do Justin

Jus : Não tenho tempo pra vagabundas

Vc : Normalmente eu mandaria você ir se foder mas é importante

Jus  : Fala logo

Vc : Vamos sair do colégio para podermos conversar em particular

Jus : Se esta afim de foder comigo é só falar

Vc : Não é isso seu idiota

Jus : Então não me interessa

Vc : Vem agora - eu disse firme e o puxando para fora do colégio

Entramos no meu carro indo até uma lanchonete na esquina , nos sentamos numa mesa afastada .

Jus : Ei gata - ele disse chamando a garçonete

Vc : Não estamos aqui para comer  - eu disse batendo em seu braço

Jus : Foda-se to com fome e a gente esta em uma lanchonete

Vc : É impossível ter uma conversa de adulto com você, só se importa com sigo mesmo

Jus : Eu já disse que eu não vou mudar como eu sou por causa de uma  vadia

Vc : Preta atenção - eu disse irritada

Jus : Olha meu hamburgue chegou - ele disse dando uma grande mordida nele

Vc : Por favor , é importante

Jus : Fala logo - ele disse olhando para a bunda da mulher que passava

Vc : Eu estou gravida de um filho seu - eu disse cuspindo as palavras rapidamente

Jus : Você realmente acha que eu vou acreditar nisso ? Você já deu para todos daquele colégio , o que faz pensar que o filho é meu ? - ele disse sem importar

Vc : A gente fez sexo a um mês a trás e depois eu não fui pra cama com ninguém

Jus : Duvido , e mesmo se esse filho for meu , eu não estou nem ai - ele disse se levantando

Vc : Vai me deixar sozinha nessa ? - eu gritei

Ele parou de andar e me olhou me fitando por um tempo .

Jus : Vou , eu não estou nem ai

Vc : E a conta da lanchonete ?

Jus : Paga você ué

Vc : Mas você que comeu

Jus : Vou ter que repetir que eu não estou nem ai ?

Vc : Idiota

Ele saiu andando e eu apoiei minha cabeça em meus braços deitando minha cabeça na mesa , não acredito que eu fiz uma merda dessa , deixei o dinheiro em cima da mesa , peguei minha bolsa e caminhei até o carro , preciso resolver isso de alguma forma , não vou ter essa criança idiota , não vou ficar gorda e muito menos ouvir barulho de choro de criança na madrugada , não nasci pra ser mãe .

[... ]

Vc : Mãe precisamos conversar - eu disse assim que abri a porta

Ela me olhou com uma cara espantada e se sentou no sofá deixando o notbook de lado e me olhou apreensiva .

Ana : Fale filha

Vc : É importante

Ana : Então comece a falar - me sentei no sofá

Vc : E se eu estiver disser que estou gravida o que você faria ? - eu disse rápido

Ana : Você o que ? - ela disse alterada

Vc : Desculpe mãe

Ana : Quem é o pai do filho ?

Vc : é ... é ...

Ana : Fale agora - ela gritou

Vc : Justin

Ana : Ele sabe disso ?

Vc : Sabe , mas isso não vai mudar nada , ele não se importa , assim como eu , não vou ter a merda desse filho

Ana : Você não vai matar meu neto - ela gritou - aonde é a casa desse menino ?

Vc : Mãe ...

Ana : Diga agora

Vc : Eu te levo la

Ela pegou sua bolsa e bateu a porta de casa com força , entramos no meu carro eu fui dirigindo em quanto minha mãe fitava a janela , sua expressão era irritada , decepcionada , triste ... uma mistura de sentimentos , todos menos alegria .

Vc : É aqui - eu disse estacionando o carro em frente a casa do Justin

As luzes estavam acessas pude observar isso pela janela , era uma casa bonita e um tanto grande , respirei fundo em quanto minha mãe batia na porta , uma moça linda abriu a porta com um sorriso simpático no rosto .

Xx  : Oi

Ana : Oi

Xx : O que deseja ? 

Ana : Gostaria de falar com Justin e sua mãe

Xx : Sou eu mesma a mãe do Justin e ele se encontra no andar de cima

Ana : É importante - minha mãe disse apertando forte meu braço

Xx : Entrem que eu vou chama-lo - ela disse dando espaço para que nós entrássemos

Nos sentamos no enorme sofá branco que ficava na enorme sala combinando com todos os sofisticados moveis do local , respirei fundo em quanto a mãe do Justin se sentava em outro sofá na mesma cor e sorria simpática .

 

Xx : Nem nos apresentamos , me chamo Pattie

Ana : Sou Ana e é essa é minha filha [ seu nome ]

Pattie : É um prazer conhece-las

 

Pattie gritou pelo nome de Justin , ele desceu somente com uma bermuda  bagunçando o cabelo em quanto reclamava , ao me olhar se espantou e se sentou nervoso no sofá ao lado de sua mãe .

Pattie : Justin , comprimente a Ana e a [ seu nome ]

Jus : Me deixe em paz - ele disse cruzando os braços em quanto me fitava

Ana : É um assunto delicado , eu vou direto ao ponto , parece que seu filho e minha filha não foram muito responsáveis e hoje a [ seu nome ] me contou que esta ... é ..esta gravida

 

Pattie arregalou os olhos e olhou irritada para o Justin e logo depois seus olhos se viraram para mim , ela pareceu pensar na resposta .

 

Pattie : É ... tenho certeza que eu e a Ana vamos ajudar vocês

Jus : Não preciso ser ajudado , não quero esse filho

Vc : Nem eu , a gente pode matar essa criança e fingir que nada aconteceu

Pattie : Ana , podemos conversar a sós ?

Ana : Sim

Pattie : filho e [ seu nome ] nos dão licença ?

Jus : Ta ta - ele disse reclamando e me puxando pelo braço

 

Subimos até seu enorme quarto e ele bateu a porta com força e me olhou irritado , seu rosto branquinho estava num tom avermelhado devido sua raiva .

 

Jus : sua puta

Vc : Eu não vou cuidar dessa merda sozinha a culpa é sua que me comeu em quanto eu estava bêbada

Jus : Ninguém mandou você ser tão puta que dá pra qualquer um

Vc : Você é um irresponsavel que não usou camisinha

Jus : Agora a culpa é minha que você estava praticamente me implorando para que eu fude-se você todinha ?

Vc : Seu idiota

Jus : vadia , a gente vai matar esse filho

Vc : To nem ai

 

A porta do quarto foi aberta lentamente e minha mãe e Pattie nos olhou preocupadas , se sentaram na cama parecendo encontrar as melhores palavras para aquele momento .

 

Ana : Nós conversamos e dissidimos

Pattie : E achamos melhor vocês morarem juntos , Justin arruma um emprego e fica cuidando da [ seu nome ] até esse filho nascer , essa criança não tem culpa das merdas que seus pais fizeram e não é justo ela pagar por isso , ela precisa dos dois 

                                                                               [...]Continua
oi povo 

" Ta nojento " << só pq a mina chupou um pau ??véi um dia ce vai chupar um pau isso se ainda não chupo aahahha é a vida 

kkkkkkkk geral lendo a ib e correndo pro banheiro ?pqp véi ahha só no dedinho 

gente calma que vai ter romance kkkkkkkkkkkkk

beijo na sua bunda com pelos 

28 de julho de 2012

Everything starts from something- 3º capitulo

-- 41 comentários:
   Mesmo com tudo em minhas mãos, acredite. Eu abriria mão de tudo, pra ser feliz com você.



Vc : Não , cansei dessa vida , eu quero um amor

Jus : Vai ficar de babaquice?

Vc : vou , me solta

Jus : Quero seu corpo no meu

Vc : To pouco me fodendo pro que você quer

Jus : Vamos para algum lugar reservado

Vc : Eu vou começar a gritar

Jus : Vai , vai gritar de tesão - ele deu um tapa em minha bunda

Vc : Me solta agora

Jus : Faz sexo comigo ou eu falo para todos  que você fez sexo selvagem comigo varias vezes

Vc : Não ligo - dei de ombro

Jus : E ainda falo que é muito ruim de cama - ele disse olhando com um olhar desafiador

Vc : não faria isso

Jus : Odeio quando duvidam de mim - ele disse com um sorriso irônico no rosto

Vc : Ta ta , vamos - revirei os olhos

Ele foi me puxando pelo braço passando pelos seguranças do colégio e me fazendo entrar em seu carro , liguei o som alto em quanto ele dirigia para longe , o olhei mordendo os lábios em quanto ele passava por todos os sinais vermelhos .

Vc : Isso tudo é pressa para chegar ?

Jus : Cala boca piranha

Vc : Me respeita - eu disse botando minha mão em seu pau por cima de sua calça

Jus : Vai ficar provocando ?

Vc : Logico que não - sorri de boxada e botando a mão por dentro de sua calça fazendo uma leve massagem em seu pau que já estava ficando duro

Jus : Para vagabunda

Vc : Respeite , se não , não ganha isso - eu disse levantando minha saia

Jus : Isso é covardia

Vc : Me da o que eu quero ou você não ganha o que quer

Jus : O que quer ?

Vc : Seja meu namorado de mentira por pelo menos um mês - ele freio o carro e me olhou em busca de respostas

Jus : Por que isso ?

Vc : Quero provar que eu sou uma menina seria , nada melhor que um namoro serio

Jus : Isso não faz sentido

Vc: Faz sim, cansei de todos acharem que eu sou só mais uma vadia   e volta logo a dirigir essa porcaria de carro

Jus : Eu nunca que vou fazer isso

Vc : Então não faço sexo com você

Jus : Eu posso achar qualquer piranha pra fazer esse trabalho pra mim , qual é , eu sou gostoso

Vc : Então para o carro que eu vou descer - ele freio o carro e destravou as portas

Jus : Boa sorte para achar o caminho de casa

Vc : Ta - eu disse confiante e desci do carro batendo forte a porta

Ele deu um sorriso sínico e eu olhei ao redor percebendo estar no fim do mundo , não havia táxi por perto , era pouco movimentado e as poucas pessoas que caminhavam por ali eram tão ... tão nojentas

Jus : Vai ficar ai parada ? - ele disse sínico

Vc : é .. é onde estou ?

Jus : Em um lugar que você nunca vai achar o lugar de volta - ele disse dando partida no carro

Vc : Ei espera não vai - eu disse batendo no carro

Jus : Então entra nessa merda de carro e vem foder comigo

Entrei no carro batendo a porta com força e botando o cinto de segurança  super irritada olhando para ele frustrada

Vc : Não vou dá pra você

Jus : Então desce do carro

Vc  : Por que só liga pra você e seus hormônios ?

Jus : Por que acha que eu iria me importar com outra coisa ?

Vc : Sei la ... as vezes faz bem não ser tão egoísta

Jus : Discordo

Vc : Para aqui - eu disse apontando para uma lanchonete

Jus : Por que ?

Vc : Quero usar o banheiro

Jus : Garota chata - ele disse estacionando



Sai do carro e fitei aquela lanchonete um tanto pequena e com uma aparência suja e aquele cheiro de fritura , entrei na lanchonete com uma cara de nojo e fui caminhando a uma porta com a placa indicando que era o banheiro feminino , tinha um cheiro tipico de banheiro de bar , iluminação baixa e suas paredes só no cimento e sua privada suja , tampei o nariz e me olhei no espelho , passei o meu batom , arrumando levemente meu cabelo e sai logo daquela imundice desistindo do que ia fazer .



Jus : Já foi ? - ele disse em quanto devorava algo

Vc : Sem chances esse lugar é nojento , o que esta fazendo ?

Jus : Senta ai e come um pouco

Vc : Comer nessa lanchonete nojenta ?  Não , prefiro morrer de fome

Jus : Olha esse cachorro quente enorme , vai é muito gostoso - fiz cara de nojo o fazendo rir

Vc : Deve ser muito ruim

Jus : Nunca comeu cachorro quente ?

Vc : Não , é muito calórico

Jus : Não vai morrer por que comeu um pouco

Vc : Vou sim , deve ter rato nessa cozinha

Jus : abre a boca

Vc : Não

JUs : Abre logo ou eu te bato

Vc : Idiota - eu disse abrindo a boca

Ele botou um pedaço de seu cachorro quente recheado de coisas em minha boca , mastiguei tentando sentir o gosto de tudo , ele me olhou esperançoso esperando minha resposta .



Vc : Até que não é tão ruim



Eu disse com um pouco de orgulho , não iria dar o braço a torcer e disser que aquilo era a melhor coisa que já havia provado .



Jus : Qual é , é a melhor coisa do mundo - ele disse com a boca cheia

Vc : Vamos sair logo desse lugar esta me dando náuseas

Jus : Fresca - ele disse jogando o dinheiro na mesa e se levantando

Vc : Finalmente



Eu disse caminhando até a porta , entrei no carro e liguei o radio alto , ele entrou logo em seguida dando a partida no carro



Vc : Você ainda não disse para onde estamos indo

Jus : Nem eu sei - ele riu

Vc : Cachorro

Jus : Vem chupa meu pau

Vc : Para de ser grosso

Jus :  Desculpe , por favor bote sua boca em meu pênis  - ele disse num tom engraçado me fazendo rir



Ele dirigia com uma mão no volante e a outra se estimulando , eu fitava sua mão em seu pênis e mordia os lábios , aquilo estava me deixando louca e toda molhadinha .



Vc : Tira sua mão dai - eu disse tirando sua mão de cima de seu pênis



Eu massageava seu pênis em quando ele tentava prestar atenção na estrada , desabotuei sua calça e botei o cabelo a trás da orelha abaixando meu corpo até seu pênis  , o puxei para fora da calça e ele já estava duro , eu lambi sua cabecinha fazendo ele dar um leve gemido e apertar com força o volante , botei seu pau grande e duro em minha boca , com uma mão ele empurrava minha cabeça contra seu pau , eu lambia ele todo e fazia movimento de vai e vem com ele em minha boca em quanto ele empurrava cada vez mais minha boca , chupava suas bolas e o olhava com um sorriso sapeca .



Jus : Porra assim não da pra dirigir - ele disse com a voz falha

Vc : Quer que eu pare ? - eu disse num ar provocador

Jus : Se parar te dou uma porrada



Voltei a enfiar seu pau em minha boca , apertava seu pênis em quanto lambia sua cabecinha , ele dava leves gemidos e chegava a jogar a cabeça para trás de tanto tesão , minha calcinha já estava toda molhada doida para sentir ele dentro de mim , senti ele invadir minha boca com seu gozo e eu o engoli todo, lambi a cabecinha pegando o resto de seu gozo , pus seu pênis de volta em sua calça e me ajeitei no banco, arrumando meu cabelo .

Jus : Gostosa

Vc : Cala boca seu puto , da a volta que eu quero ir pra casa

Jus : E o nosso sexo gostoso ?

Vc : Já se der por contente que eu fiz oral em você

Jus : Poderia fazer de novo - ele mordeu os lábios

Vc : Não - eu disse aumentando o som

Jus : Ei tem um pouco de gozo aqui - ele disse apontando para o canto da minha boca



Passei a língua no canto da minha boca e voltei a olhar para a janela , adormeci ali mesmo no banco do passageiro



[... ]



Senti um leve tapa em meu rosto e fui abrindo meus olhos lentamente tentando me acostumar com a claridade .



Jus : Anda logo , sai do meu carro

Vc : Que ? - eu disse olhando a redor



Estávamos em frente a minha casa e ele me olhava com um olhar irritado esperando que eu saísse do carro .



Vc : Como sabia aonde eu moro ?

Jus : Eu sei de tudo  , agora sai que eu não tenho todo tempo do mundo

Vc : Ta ta - eu disse reclamando batendo a porta do carro com força

Jus : Garota idiota , nem fodeu comigo - ouvi ele reclamar de dentro do carro .




                                                                                          ´[...] Continua 

oi pedaços de bostas 

olha eu aqui postando 2 horas como sou dedicada kkkkkkkkkkkkkkkkkk

tchau beijo na sua bunda gorda

27 de julho de 2012

I Can See Better Days - 2ª Temporada -9º capitulo

-- 50 comentários:
               Por que quando fecho olhos eu vou longe, penso em você e tudo fica bem.






Jus : Não queria que tivesse que ser assim ... eu queria ser  o pa.... esquece
Vc : Ei , você pode ser o tio - risos- 
Jus : É ... nem tudo na vida é como queremos mesmo
Vc : Ei bebe , eu te amo ainda - sussurrei olhando para o chão na intensão que ele não ouvisse 
Jus : Serio isso ? - ele sorriu - 
Vc : Ei , vamos ver o Brian ?
Jus : Você não é boa nisso -risos -
Vc : Nisso o que ?
Jus : Em tentar disfarçar que não me quer de volta 
Vc : Para de falar besteira
Jus : Falar a verdade é falar besteira ?
Vc : Por que insiste em fazer isso ?
Jus : Por que sempre falam que não devemos desistir de nossos sonhos .... e você por que tem tanto medo ?
Vc : Não quero sofrer de novo Justin 
Jus : E se eu te prometer que não iria te magoar ?
Vc : Você já quebrou sua promessa uma vez , nada te impede de quebrar de novo 
Jus : Faz o que você quiser mas não adianta você esconder o que a gente viveu isso não vai apagar nossa historia - ele disse e saiu do quarto com as mãos no bolso 


Fiquei o olhando sair daquele quarto e me sentei na cama botando as mãos na cabeça , isso estava virando tortura , aquele sentimento me dominava cada vez mais com ela vinha o medo , medo de nada dar certo de novo .  Um dia ei de ser feliz . 
  Desci as escadas e avistei Justin jogando vídeo game com o Brian , fui para a cozinha preparava comida para os dois e um bolo para a sobremesa , ouvi Brian vir correndo e pular na bancada da pia se sentando no mesmo .


Bri : O que é isso  ? 
Vc : Bolo do chocolate 
Bri : Posso ser o seu provador oficial ? - ele disse animado botando o dedo na panela roubando um pouco do chocolate e o pondo na boca me fazendo rir 
Vc : tira o dedo dai menino - eu disse rindo
Bri : Melhor que a gororoba do meu pai - ele riu 


Justin entrou na cozinha em silencio puxando uma cadeira para se sentar , sentou em silencio nos observando em quanto Brian me ajudava a cozinhar . 


Bri : Posso mexer ?
Vc : Pode - eu disse o entregando a colher 
bri : É legal - ele disse mexendo a massa do bolo . 


[... ] 


Vc : Me ajuda a botar a mesa Bri ? 
Bri : Sim - ele disse animado e botando os pratos na mesa


[... ] 


Vc : Que mesa linda Bri 
Bri : Papai , agora prova o bolo que eu e a minha mãe fizemos 


Eu olhei tímida para o Justin que sorriu .


Flashback modo On : 




Melissa : Eu te amo irmã
Vc : Eu te amo minha irmã
Melissa : Irmã por favor se eu morrer nesse parto bota o nome do meu filho de Brian
Vc : Você não vai morrer .
Melissa : Cuida bem dele 


Flashback modo OFF : 


Jus : Filho , ela não é sua mãe
Bri : Ela cuida de mim , ela me ama , ela é minha mãe - ele disse dando uma colherada em sua comida
Jus : Poderíamos ser uma família perfeita - taquei o objeto mais próximo nele - ai por que fez isso ? - ele disse esfregando aonde o objeto havia batido 
Vc : Para você aprender a parar de ficar mandando essas indiretas
Jus : Não posso fazer nada se eu quero seu corpo no meu todo dia , se você me da tesão , se eu sonho com você todo dia , se você é a unica que consegue me deixar feliz .
 Bri : Pai o que é tesão
Jus : É quando o papai ..
Vc : Nada Brian , quer o bolo agora que acabou a comida ? - eu disse o interrompendo
Bri : Quero - ele disse esticando um prato pequeno e eu botei o bolo no mesmo
Jus : Também quero - ele disse fazendo voz de bebe estendendo um parto do mesmo tamanho
Vc : Cuido de duas crianças - eu disse botando o bolo em seu prato
Jus : Mamãe , da comidinha na minha boquinha ? - ele disse fazendo voz de bebe


Não resisti ao biquinho que ele fez , me levantei dando a volta na mesa e me sentei em seu colo , botei pouca quantidade de bolo em sua colher e pedi que ele abri-se a boca , botei a colher dentro de sua boca e depositei um beijo em sua bochecha , a mão dele passeava por minhas coxas por baixo da mesa me fazendo dar leves arrepios . 


Bri : Mamãe eu também quero
Jus : Fica quieto ai Brian - ele disse sem tirar os olhos dos meus
Bri : Mas não é justo
Jus : Vai arranjar uma mulher para comer - ele disse ainda sem desviar seu olhar dos meus 
Vc : ei  ,ele é só uma criança - eu disse e dei um leve tapa em seu rosto
Jus : Mas esta atrapalhando a minha vida sexual - ele disse apertando minha bunda
Vc : Se esta achando que vai ganhar um sexo gostoso hoje , esta muito enganado - sussurrei em seu ouvido 
Jus : Isso não é justo ele fez bico 


Acabamos todos de comer o Brian correu para seu quarto , arrumei toda a mesa e me sentei no sofá junto ao Justin .


Vc : Amanha de tarde eu irei ver o emprego que te falei
Jus : Vai dormir aqui ?
Vc : Acho melhor não
Jus : Você não tem escolha , eu quero que durma aqui então você ira dormir . 
Vc : Então por que perguntou ? -risos 
Jus : só para eu parecer legal 
Vc : Besta 


Fiquei o fitando por um tempo , ele tentava disfarçar olhando para a televisão mas ele ia ficando com vergonha de tanto que meus olhos fitavam cada detalhe seu . 


Jus : por que esta me olhando ?  - ele perguntou finalmente
Vc : Nós mudamos muito , não digo fisicamente , mas sim mentalmente
Jus : Como assim?
Vc : Antes eu era fria e grossa e você galinha e insensível
Jus : Você continua grossa - risos -
Vc : Besta , mas é serio -risos - mudamos muito 
Jus : É mudamos ... você me fez mudar
Vc : Igualmente - sorrimos - 
Jus : Sua cor preferida ? 
Vc : Mas você sabe - eu rir - perguntou isso quando nós começamos a nos conhecer mesmo obrigados 
Jus : Queria saber se continuava a mesma ... azul .. por causa do céu e do mar que você ama 
Vc : E a sua mudou ?
Jus : Mudou
Vc : Não é mais roxo ?
Jus : Não  - ele sorriu
Vc : Então qual é ?
Jus : Castanho claro que na luz fica quase um verde
Vc : Esta descrevendo meus olhos -risos- 
Jus : Exatamente , a cor dos seus olhos é a minha cor favorita , me acalma 


O Abracei deitando minha cabeça em seu peitoral , ali me sentia a pessoa mais protegida do mundo . 



                                                                                                                              [...]Continua


oi pedaços de bostas com cheiro de someday ...


sinta o swag do muleque 


beijo na sua bunda feia 

26 de julho de 2012

everything starts from something- 2º capitulo

-- 58 comentários:
Este lugar nunca mais foi o mesmo de novo depois que você veio e se foi.




Vc : Idiota - taquei o travesseiro nele
Xx : -risos - Sou Justin mas se quiser pode me chamar de gostoso .
Vc : Não me interess... - antes que pudesse terminar a frase senti um mal estar e pus minha mão na boca correndo para o banheiro .
Jus : Isso é nojento - ele disse encostado na porta do banheiro me olhando vomitar
Vc : Você é um frouxo - eu disse lavando minha boca - Da próxima vez eu não vou beber tanto - dei uma gargalhada - quem eu estou tentando enganar? Vou beber até pior
Jus : To nem ai pro que você faz ou deixe de fazer ...  só  não esqueça , você que vai pagar o motel
Vc : Ei , cade o cavalheirismo ?
Jus : Sei la , vê se ta no meu bolso - ele disse irônico e botando sua blusa
Vc : Ei vai aonde ?
Jus : Vou embora ou você acha que quero ficar aqui o dia inteiro ? Só se for pra você dar pra mim de novo ai eu fico o tempo que você quiser 
Vc : Nem em pensamento
Jus : Vai dizer que não gostou ?
Vc : Foi o melhor que já provei - sussurrei 
Jus  : Que ? Eu ouvi bem ? - ele disse com um olhar desafiador 
Vc : Ridículo - revirei meus olhos 
Jus : A gente podia fazer mais uma rodada de sexo
Vc : Podia mas não vamos
Jus : Por que ? - ele disse se aproximando e dando um leve beijo em meu pescoço me fazendo arrepiar
Vc : Isso é covardia - disse com a voz falha 
Jus : O que ? Isso ? - ele disse beijando meu pescoço loucamente 
Vc : Sai , eu tenho que voltar pra casa
Jus : Então vai a se merda então
Vc : Grosso 
Jus: Sou mesmo to nem ai para o que piranhas pensam
Vc : Vai se fuder
Jus : Vem comigo
Vc : Só pensa em sexo ?
Jus : Tem coisa melhor pra pensar ?
Vc : Pense o que quiser - eu disse pondo meu salto 
Jus : Já vai ?
Vc : Foi você mesmo que falou que não queria ficar aqui muito tempo
Jus : Mas meu pau precisa mais um pouco de você - me exitei quando ele disse isso  
Vc: Problema é dele - eu disse pegando minha bolsa - vai ficar ai ?
Jus : Não 


Fomos até a recepção e eu paguei o motel por que ele se recusou , garoto idiota , cada um foi para um lado , chamei o táxi e fui o guiando até minha casa 


[... ]


Vc : Obrigada , pode ficar com o troco - eu disse saindo do taxi . 


A Casa estava silenciosa e escura , não havia ninguém como o esperado , tomei um longo banho após ter tomado um remédio de dor de cabeça , me joguei no sofá tentando encontrar algo que presta-se nada televisão , as horas foram passando e a lua tomou o lugar do sol , minha mãe entrou em casa tirando seus sapatos e reclamando que seu dia havia sido cansativo . 


Vc : E ai dona Ana luíza , demorou tanto por que ? - eu disse fazendo com que ela fecha-se a cara
Ana luiza : Ana Luíza ? - ela fez careta - 
Vc : - risos - Mãe vou dormir


Subi as escadas e me deitei embaixo das cobertas , fiquei fitando um pouco o teto e dormi .


[... ]


Acordei com a luz do sol tomando conta do meu quarto , olhei para o relógio e levantei reclamando indo cambaleando até o banheiro , tomei um longo banho e botei minha roupa . 


Ana : Vai se atrasar
Vc : Merda de vida - eu disse pegando minha bolsa


Bati a porta e entrei em meu carro , liguei o som alto dirigindo até o colégio , passei pelos corredores lotados em quanto alguns garotos olhavam para a minha saia que estava curta como o normal , peguei o que tinha que pegar no meu armário e fui caminhando até a sala batendo na porta do mesmo . 


Xx : Entra - gritou uma voz de dentro da sala 


A sala já estava lotada e o professor me olhava com a cara tipica de velho rabugento . 


Vc : Fala ai professor
Prof : Vai se sentar logo 
Vc : Você que manda - disse sínica


Caminhei pela sala e avistei um rosto um tanto familiar , mas desconhecido naquele local , ele me olhou mordeu os lábios e acenou para mim com um sorriso irônico em seus lábios , me sentei na ultima cadeira e fiquei  fitando o professor com um olhar desinteressado . 


[... ] 


 O sinal tocou , peguei meus cadernos caminhando ao meu armário passei o batom me olhando no espelho do meu armário . 


Miley : Por que sumiu da festa dona [ seu nome ] ?
Vc : Fui pro motel - falei naturalmente em quanto me olhava no espelho
Miley : Com quem ?
Vc : Justin 
Miley : O garoto que entrou hoje no colégio ? 
Vc : Exatamente - disse fechando a porta do meu armário .
Miley  : Ele é bom de cama ?
Vc : Porra , deixou minha calcinha toda molhada só de lembrar
Xx : Falando de mim ? 


Senti seu cheiro invadir o local e sua respiração em minha nuca e logo em seguida um chupão de leve em meu pescoço . 


Vc : Não 
Jus : Sei que estava 
Vc : Agora vai ficar me seguindo é ?
Jus : Não , só que meu pau esta te chamando para um sexo gostoso
Vc : Não costumo repetir , é chato sabe - eu disse sínica
Jus : " Porra , deixou minha calcinha toda molhada só de lembrar " - ele disse imitando minha voz 
vc : Fica ouvindo a conversa dos outros 
Jus : Você que não sabe falar baixo
Vc : Vamos Miley 


Sai andando o deixando sozinho , me sentei na mesa com as meninas e começamos a conversar em quanto eu bebia meu suco . 


Justin modo On :


Ela saiu andando e que bunda gostosa , senti uma mão segurando em meu braço forte . 


Xx : Tentando ir pra cama com a [ seu nome ] é ? - ele disse com um olhar desafiador
Jus : Já levei seu idiota , digamos que foi uma noite cheia de prazer , e quem é você ?
Xx : Chaz e fica longe dela
Jus : Então você deveria gritar para o mundo isso por que aquela vaida é tipica de que dá pra todo mundo


Sai andando o ignorando , senti o olhar de algumas meninas e simplesmente ignorei , sentei em uma mesa sozinho no canto em quanto comia meu sanduíche 


Xx : Oi - uma menina loira disse se sentando em minha mesa ajeitando o decote 
Jus : Sai daqui vadia
Xx : Ai você é grosso
Jus : Igual meu pau - ela levantou e saiu andando rebolando 


Ri daquela cena e tomei mais um gole do meu suco , a [ seu nome ] passou rindo com as amigas e seu gemido ecoava em minha mente , precisava daquilo , que mulher gostosa . Me levantei e a puxei pelo braço a levando para o canto . 


Vc : Que foi ? 
Jus : O que acha de fugir do colégio agora ?
Vc : Para aonde ?
Jus : Qualquer lugar somente eu e você pelados em quanto ouso seu gemido 
Vc : Até que não seria nada mal - mordeu seus lábios
Jus : Então gostosa ?
Vc : Não
Jus : Por que ?
Vc : Você vai me achar fácil
Jus : Mas é isso que você é 
Vc : Viu , você já acha
Jus : Eu e o mundo
Vc : Idiota - ela revirou os olhos
Jus : Uma rapidinha , acho que o banheiro do colégio esta vazio e se não tiver eu tiro todo mundo de la a porrada
Vc : Não , cansei dessa vida , eu quero um amor
Jus : Vai ficar de babaquice ?
Vc : vou , me solta
Jus : Quero seu corpo no meu


                                                                                     [...]Continua


oi pedaços de bostas com cheiro de someday ...


ui ui rodis conheçou o Justin
ui ui o rodis conheceu a demi
ui ui o rodis na propaganda da fiat
ui ui o rodis é mais top que eu kkkkkkkkkkkkkkk


vcs estão gostando da IB ?? sujestões e bla bla bla


quem apertar o botão de recomendar o blog ganha toddynho e o Jerry aumenta 1 cm vamos meu povo ahaha


fui fazer o piercing com meu pai e a mulher lembrou de mim kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 


beijo em sua bunda gorda n postei ontem pq tava com um puto mal humor u.u